RSS

O Grupo da Alegria

04 Nov

Grupo da Alegria

A entrada avassaladora do Grupo da Alegria no nosso Museu deixou-nos a todos surpreendidos. Chegaram, instalaram-se e hoje é um gosto ver aquelas mulheres a darem largas à sua criatividade e alegria de viver e a usarem o nosso Museu como a sua casa.
Perguntava-nos há dias em mensagem de email, um colega de profissão, sobre qual o melhor processo para se fundar um Grupo de Amigos do Museu. A resposta seguiu rápida e com todos os passos bem explicados. O logro, apesar de involuntário é um bom motivo de reflexão.
Na verdade, não existem modelos pré-definidos nem manuais de instruções que nos expliquem o caminho para se chegar ao coração das pessoas, pois cada museu tem um caminho próprio a percorrer. Há que conhecer o terreno e as pessoas que o pisam todos os dias – as suas memórias, os seus hábitos, os seus receios, as suas paixões, os seus anseios…
No contexto de uma pequena localidade de interior, levar as pessoas ao Museu, mesmo que seja pela mais trivial das razões, é já uma pequena vitória. Torná-las utilizadoras, como se se tratasse da mercearia ou da farmácia da terra, exige um nível de “utilibilidade”, cuja receita os museus terão de encontrar.
es

ps. Para conhecer um pouco mais acerca do Grupo da Alegria visite http://www.museu-sbras.com/alegria.html

Anúncios
 
 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: